Setúbal é uma cidade rica em valores, saberes
e multiculturalidade.

quarta, 09 janeiro 2013 17:14

Nosso Bairro, Nossa Cidade

Escrito por 

“Nosso Bairro, Nossa Cidade” – Programa Integrado de Participação e Desenvolvimento da Bela Vista e Zona Envolvente, criado pela Câmara Municipal de Setúbal.

 

Esta iniciativa envolve residentes, serviços municipais e perto de trinta entidades sediadas no território, uma área que engloba os bairros da Bela Vista, da Alameda das Palmeiras, do Forte da Bela Vista, das Manteigadas e da Quinta de Santo António.

De acordo com dados habitacionais da Autarquia de dezembro de 2011, é abrangida por este projeto uma população estimada de cerca de 6700 pessoas, num total de 153 edifícios com 1592 fogos, dos quais mais de 26 por cento são de propriedade privada.

O “Nosso Bairro, Nossa Cidade” estabelece que as ações a realizar devem ser protagonizadas pelos moradores, gerando assim a participação das pessoas nas decisões que a elas e à sua comunidade dizem respeito, com o objetivo de promover a autonomia, a responsabilidade e o crescimento coletivo.

As pessoas, organizadas em grupos, participam nas decisões e também nas tarefas inerentes à execução das ações, numa lógica de formação de lideranças e de mobilização popular.

O “Nosso Bairro, Nossa Cidade” está organizado em cinco eixos de prioridade – intervenção com jovens; educação, formação e emprego; imagem e visibilidade; vida em comunidade; promoção da participação das pessoas.

As bases de intervenção do “Nosso Bairro, Nossa Cidade” foram configuradas a partir da análise dos indicadores de diagnóstico do Observatório Social da Bela Vista, realizado em 2007, e da agregação das propostas dos serviços municipais e dos parceiros locais.

 

Área de intervenção

 O programa "Nosso Bairro, Nossa Cidade" incide em cinco áreas residenciais, totalizando 1592 fogos.

 

Atividades

Mais de centena e meia de atividades, algumas já concretizadas, foram programadas no âmbito do “Nosso Bairro, Nossa Cidade”.

Esse conjunto inclui ações de reabilitação urbana, com pinturas de edifícios e galerias, reparações de escadas e recuperação de espaços devolutos, com a disponibilização de materiais pela Autarquia e apoios mecenáticos para a execução das obras, a cargo dos moradores.

As atividades definidas englobam também as áreas de cultura, ação social, formação cívica e desporto, bem como debates por grupos de trabalho compostos por moradores, técnicos municipais e representantes de instituições, em que são apresentadas e discutidas novas ideias para implementar.

 

 

A supressão dos estigmas sociais associados à Bela Vista, com a criação, em paralelo, de uma dinâmica social que incremente o relacionamento salutar e profícuo entre as várias comunidades residentes no bairro são dos principais objetivos do RUBE – Regeneração Urbana da Bela Vista e Zona Envolvente. O programa, aprovado pelo PORLisboa – Programa Operacional Regional de Lisboa, no âmbito do QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional, implica o desenvolvimento de 18 projetos e 16 ações complementares

Modificado em sexta, 14 novembro 2014 15:57